Jan 12, 2013

agir local - as unidades móveis | Burger King

as unidades móveis que falei em posts anteriores - Illy Push Button House (aqui) e a Pizzeria Del Popolo (aqui) - têm o seu principal factor de diferenciação nas caracteristicas da unidade móvel, caracteristicas essas que permitem entregar a experiência completa de consumo do produto. Por sua vez o Tesco Bus que também já falei (aqui) é uma unidade móvel que, com uma cozinha e restaurante integrado, permite oferece refeições feitas com os produtos da marca Tesco a quem passa.

se o Tesco Bus ainda tem uma cozinha e zona de refeição com serviço à mesa integrado, a unidade móvel da BK não tem nada de novo em sí!! é um camião com arcas frigoríficas vestido com a marca da cabeça aos pés ;) podemos dizer que ambas as marcas, Tesco e BK, procuram alavancar o evidente sucesso dos food trucks e levar algum deste sucesso e "trendiness" (se a palavra existe) para as suas marcas. Mas também é verdade que este é um meio perfeito para uma acção de sampling nacional, junto dos locais onde os clientes (e não clientes) estão. E se o Tesco Bus era só um e assentava no eventual sucesso que a Tesco conseguisse rentabilizar online, no caso da BK foram 30 unidades móveis espalhadas por todo o pais.












Mas... e daí? onde está a justificação para fazer disto um post?!! em duas palavras: "Truck Spotting" ;)  

o mais inovador desta acção, não estando na unidade móvel em si, estava na forma como através do canal online - sítio na web, facebook e twitter - se podia antecipar as localizações e "rastrear" o percurso de cada um destes food truck. A esta forma de interacção a BK chamou-lhe "truckspotting" e com isto conseguiram não só estar com a marca na rua, como garantir online uma viralidade muito interessante. Na verdade, juntaram o melhor dos dois mundos: o mundo real e o mundo virtual garantindo a presença integrada e interligada da marca em ambos! isso sim, é de mérito. Deixo-vos com a reportagem da CNBC sobre esta acção.



para os mais interessados no tema da tendência actual dos food trucks aconselho o artigo "What Marketers Can Learn from the Food-Truck Trend" no blog da Harvard Business Review (aqui)

No comments:

Post a Comment