Jan 23, 2013

"quando uma montra se parte, há sempre uma janela que se abre"

o provérbio lá diz que "quando uma porta se fecha, há sempre uma janela que se abre". A marca de roupa "Reserva" fez disso um lema para o futuro. Em Dezembro de 2012 viram uma das suas lojas assaltadas... Todas as imagens - desde a montra partida por onde entraram os fregueses, até ao esvaziamento da loja - foram gravadas pelas câmaras de segurança.












encarando a desgraça de frente, a empresa resolveu usar as imagens capturadas pelas câmaras de segurança para montar a campanha de lançamento dos novos saldos. Partilho da opinião de Eduardo Cabral, um dos colaboradores do excelente blog brasileiro "Comunicadores" (ver aqui)
"Em minha humilde opinião, um ótimo exemplo de como ser “criativamente econômico“, transformando algo extremamente negativo – no caso, me refiro ao assalto – e converter tudo isso em algo simples, simpático e agressivamente condizente com o posicionamento da marca. Uma lição de como tirar proveito de um incidente e ainda comunicar, de forma direta, uma mensagem que exige “certa” atenção: liquidação."



estou curioso de saber outras opiniões! o que é que acham desta forma de adaptação/comunicação que a marca fez? pontos forte e pontos fracos? 

fonte: Comunicadores

No comments:

Post a Comment