Jul 20, 2013

não é para quem quer, é para quem pode

para celebrar seu 80º aniversário, a LACOSTE deu a Peter Saville carta branca para trabalhar com o seu icónico pólo L.12.12, para a criação da série “Holiday Collector No. 8”

com humor, inteligência e criatividade, Saville decidiu pela opção arriscada de "brincar" com o logotipo da marca, o crocodilo. Saville manteve a cor clássica da peça, assim como o logo verde, mas levou o crocodilo ao extremo, ao transformá-lo num "rabisco", num "borrão" ou numa única linha















 o dasafio à identidade da marca esteve subjacente a esta decisão:
“When we make art, we ask questions while with the design we give answers. The answer here is that the Lacoste logo is so identity for the brand so that it is present even when it is no longer recognizable"
os 160 polos criados nesta edição limitada vão estar à venda nas "concept store" em todo o mundo pelo preço de 420 euros



duas notas a reter: em primeiro, a coragem da LACOSTE em aceitar este "makeover" ao logo (mesmo sendo numa edição limitada); em segundo, a prova de que o logo não é a marca, é "só" mais um elemento desta! uma marca forte impõe-se apesar da ausência do logo. Não há, na verdade, nada demasiado "instalado" ou demasiado "seguro" para ser mexido no mundo das marcas, desde que, só desde que a marca seja forte.

No comments:

Post a Comment